Maria João Afonso

Maria João da Rocha Afonso is a freelance translator and dramaturgist.

HABILITAÇÕES
Licenciatura em Línguas e Literaturas Modernas (variante Inglês-Português);

Mestrado em Cultura Inglesa (parte curricular);

Provas Públicas de Aptidão Pedagógica e Capacidade Científica, FCSH – UNL, 1985 (Muito Bom)

EXPERIÊNCIA COMO FORMADORA
Docente da FCSH-UNL entre 1981 e 2004
Docente da Escola Profissional de Teatro de Cascais entre 1992 e 2008
Assistente da actriz Amélia Videira nas aulas de Expressão Dramática na CERCICA (2006-2008)
Semana de Encontro Com Profissionais, Escola Secundária Sebastião e Silva, 2007 e 2009
Formadora em escolas de teatro: Comuna-Teatro de Pesquisa, BeOnStage, Formação Teatral, etic, MoviUne
Curso Livre de História do Teatro – Teatro Meridional, Fevereiro a Abril, 2019

EXPERIÊNCIA EM FUNÇÕES DE ORIENTAÇÃO E SUPERVISÃO PEDAGÓGICA NO ÂMBITO DA FORMAÇÃO INICIAL
Foi responsável pelo projecto Saudade/Longing, da Escola Profissional de Teatro de Cascais e Coatbridge College, cujo resultado foi apresentado no Mayfest, festival de teatro em Glasgow, Escócia (1996)
Enquanto docente da Escola Profissional de Teatro de Cascais foi orientadora das Provas de Aptidão Profissional dos alunos finalistas
Na PALCO13 é responsável pela coordenação e orientação dos estagiários que a companhia acolhe

OUTRA FORMAÇÃO:
Alliance Française – Diplôme d’Études Supérieurs (1976)
British Council – Proficiency Certificate (1979)
Como bolseira da Fundação Gulbenkian frequentou o curso «Shakespeare in Performance», do Shakespeare Institute/Royal Shakespeare Company, em Stratford, Inglaterra, em Janeiro 1984, Outubro 1984 e Janeiro 1987
“Shakespeare and the Visual Arts”, New College, Universidade de Oxford, com Bolsa da English-Speaking Union 2001
Histórias de Vida, Um desafio Metodológico (Universidade de Évora, 2004) (8H)
Como incentivar nas crianças o gosto pela leitura, José Manuel Cruchinho, Biblioteca de S. Domingos de Rana, 208 (7H)
Alquimia das Palavras, Dulce de Souza Gonçalves, Biblioteca de S. Domingos de Rana, 2012 (desenvolvimento da leitura nas crianças) (6H)
Iniciação à Dança Histórica, com Vicente Trindade, (TNDMII, 2010) (20H)
Oficina de Escrita Criativa, Luís Carmelo. Universidade de Évora (e-learning) 2010
Formação para Voluntários do Ano Europeu do Voluntariado e da Cidadania Activa, Câmara Municipal de Cascais, 2011 (3H)
«Jogos e Actividades adaptados ao trabalho com séniores», APDASC, 2012 (6H)
Museu e Educação – Museu Biblioteca Condes Castro Guimarães – Espaços e Realidades, MBCCG, Centro de Formação de Escolas do Concelho de Cascais 2012 (15H)
[email protected]|2013 – Criatividade!Museus!Educação, Museu Nacional de Arte Antiga (8H)
Encontros com a Pintura Europeia, Ana Paula Rebelo Correia, Casa de Santa Maria, Cascais 2014 (20H)
Financiamento de Organizações e Projectos Culturais, Suggestus, 2016 (35H)
Azulejaria Portuguesa 1834-1910, Francisco Queiroz, arqcoop, 2016 (6H)
Gestão de Organizações e Projectos Culturais, Suggestus, 2017 (42H)
Iniciação à Fotografia, Joel Santos e Magali Tarouca, 2017 (20H)
TM Laboratório de Cenografia, Marta Carreiras, Teatro Meridional, 2017 (16H)
Masterclass «Tertúlia Campesina», com Quico Cadaval (contadores de histórias), EsTe, TeatroAgosto, 2017 (16H)
Edição de Fotografia, Magali Tarouca (2019)

PRODUTORA INDEPENDENTE:
«D. Luiz e o seu tempo», de Luiz Rizo para os 1ºs Cursos Internacionais de Verão de Cascais, coordenado por José Tengarrinha (MBCCG)
«D. António de Castro», de Luiz Rizo, para o Dia dos Museus, Casas da Gandarinha (1991)
«A Torre do Olhar de D. João II», de Luiz Rizo, para as Jornadas Europeias do Património, na Fortaleza de Nossa Senhora da Luz, Cascais (Setembro 1994)
«Gama de Encontros e Desencontros» de Luiz Rizo, TEC, (1999)
«Sentença, Assassinato e Trasladação», série de seis espectáculos em Montemor-o-Velho, Coimbra e Alcobaça, dirigidos por Carlos Avilez, por ocasião do Ano Inesiano, 2005.

ENCENAÇÃO:
Em 1993 dirigiu a leitura encenada do 2º acto de «Frei Luís de Sousa», na BN, por ocasião dos 150 anos da primeira representação da obra na Quinta do Pinheiro

TRADUTORA E DRAMATURGISTA INDEPENDENTE desde 1987 até ao presente.
Trabalhou com encenadores como João Mota, Carlos Avilez, António Pires, João Perry, Juvenal Garcês, Luiz Rizo, Richard Cottrell, Celso Cleto, Diogo Infante, Márcia Cardoso, Tim Carroll, Miguel Loureiro, Márcia Cardoso, Natalia Luiza, Gonçalo Carvalho, Maria Camões e Marco Medeiros.

 

LIVROS TRADUZIDOS:

  • O leque de Lady Windermere : temporada 93/94 / Oscar Wilde ; trad. Maria João da Rocha Afonso. Lisboa : Secretaria de Estado da Cultura, 1993
  • Os demónios de Kraven / Alan Isler ; trad. Maria João da Rocha Afonso. 1a ed. Porto : Asa, 1998
  • O livro do pénis, Maggie Paley, Editorial Notícias, 2003
  • A essência das Religiões, Huston Smith, Lua de Papel, 2006
  • Os Prazeres do Ócio, Tom Hodgkinson, Lua de Papel, 2007
  • Palimpsesto, Gore Vidal, Casa das Letras (não pub.), 2008
  • Porque não congelam os pinguins? VVAA, Casa das Letras, 2008
  • A Mão de Midas, Jack London, Presença, 2009
  • Bartleby, Herman Melville, Presença, 2009
  • C, Tom McCarthy, Presença, 2010
  • O Diário de Carrie, Candace Bushnell, Oficina do Livro, 2010
  • Washington D.C., Gore Vidal, Casa das Letras, 2010
  • Nanny McPhee e o toque de magia, Emma Thompson, Casa das Letras, 2010
  • O Verão na Cidade, Candace Bushnell, Oficina do Livro, 2011
  • 1Q84, Haruki Murakami (em colaboração) 3 vol.s, Casa das letras, 2011-2012
  • Um Amor quase Perfeito, Sherry Thomas, Quinta Essência, 2011
  • Pecado Eterno, Kay Hooper, Casa das Letras, 2011
  • Promessas de Amor, Sherry Thomas, Quinta Essência, 2012
  • Orgulho e Preconceito, Jane Austen (em colaboração) Presença, 2013
  • O Impiedoso País das Maravilhas e o Fim do Mundo, Haruki Murakami, (em colaboração) Casa das Letras, 2013
  • Austenlândia. À procura de Mr. Darcy, Shannon Hale, Presença, 2013
  • Quando o Amor Acontece. Quinta-feira no Parque, Hillary Boyd, Clube do Autor, 2012
  • Longbourn, Jo Baker, Presença, 2013
  • No Coração do Mar, Nathaniel Philbrick, (em colaboração) Presença, 2014
  • Cartas de amor aos mortos,  Ava Dellaira, 1 ed: Presença, 2015
  • We Are Not Ourselves, Matthew Thomas, (não pub) Clube do Autor, 2015
  • Endgame, James Frey e Nils Johnson-Shelton, Presença, 2014 – 2016
    • Vol 1: A Chamada
    • Vol 2: A Chave do Céu
    • Vol 3: As Regras do Jogo
  • Zero Desperdício, Bea Johnson (em colaboração) Presença: 2016
  • Victoria, Daisy Goodwin, Presença, 2017
  • A Felicidade É para os Humanos, P. Z. Reizin, 2018, Presença
  • Lealdade a Toda a Prova, James Comey (em colaboração) Presença, 2018
  • A Corrente, Adrian McKinty, Presença, 2019 (a publicar)

 

PEÇAS TRADUZIDAS PUBLICADAS:

  • O Camareiro, Ronald Harwood, Bicho do Mato, 2009
  • Amadeus, Peter Schaffer, Bicho do Mato, 2011
  • A Cozinha, Arnold Wesker, Livrinhos de Teatro AU/Livros Cotovia, 2017
  • Coroa de Amor e Morte, Alejandro Casona, ORO, 2018

 

Júri do prémio LER da Booktailors, 2011
Júri da prova de Mestrado de Ricardo Paiva Boléo, na ESTC, 2015
Júri das PAPs da EPI, a convite de Cristina Cavalinhos, em 2015
Produtora e gestora da Palco13
Voluntária dos Museus de Cascais desde 2008
Júri do prémio Literário da Fundação Eça de Queirós 2017
Voluntária do Agrupamento de Escolas de Alvide entre 2008 – 2018
Júri da prova de Mestrado de José Henrique Neto, na ESTC, 2018

PUBLICAÇÕES
– “Shakespeare in Europe”, lançado pela Universidade de Basileia, Suíça;
– 1986: Departamento de Estudos Hispânicos da Universidade de Birmingham – “A emigração na Literatura Portuguesa” e “A Linguagem Publicitária em Portugal”;
– 1987: II Congresso Internacional de Sintra sobre o Romantismo – “Um caso de Amor Português num Relato de Viagem (relato de um militar inglês das campanhas napoleónicas)”;
– 1987 Colóquio sobre Shakespeare, Fundação Calouste Gulbenkian – “Duas versões Portuguesas de King Lear (estudo das traduções de Júlio Dantas e Domingos Ramos)”;
– 1989: Colóquio O Judaísmo na Cultura Ocidental, Fundação Calouste Gulbenkian – “A Ilusão da Mudança (a imagem dos judeus em Inglaterra durante o séc. XVI, apoiada em Marlowe e Shakespeare)”;
– 1990: Colóquio Shakespeare Translations in the Romantic Era, Universidade de Antuérpia – “Simão de Melo Brandão and the First Portuguese Version of Othello”;
– 1991 e 1992: fez a animação de dois da série Concertos para Jovens, organizada pela orquestra Nova Filarmonia, em Espinho e na Igreja de S. Francisco, no Porto;
– 1992: Colóquio Imagens Europeias de Portugal, organizado pela Prof. Doutora Maria Leonor Buescu na F.C.S.H. – “O Teatro Português Setecentista Visto pelo Viajante Sueco Ruders”;
– 1993, 1994, 1995, 1996 e 1997: Escola Profissional de Teatro de Cascais – Ciclos de Conferências “O Texto Dramático e Actividade Teatral na Cultura Ocidental”;
– 1994: Comuna Teatro de Pesquisa – Ciclo de Conferências “A Obra de Shakespeare como Eixo da Literatura Dramática Inglesa – séc.s XVI-XVII”;
– 1995: Sociedade Portuguesa de Autores, a convite da Associação Portuguesa de Tradutores: Ricardo II: do papel ao palco. Uma experiência de tradução;
– 1996: Colóquio Tradutores e Intérpretes: Tradução e Reelaboração – organizado pelo Dep. de Línguas, Literaturas e Tradução da Universidade Autónoma de Lisboa – “Traduzir para Dizer – Aspectos da Tradução para Teatro”;
– 1997: Escola Secundária de S. João do Estoril – “No body, no grave – no death. A Study of Arthur Miller´s play All My Sons”;
– 1997: Coatbridge College, Glasgow – “Five major Portuguese playwrights: Gil Vicente, António Ferreira, António José da Silva, Almeida Garrett and Bernardo Santareno e Some theatrical venues in Lisbon: from Pátio das Arcas to Centro Cultural de Belém”;
– 1997: Escola Secundária D. João V, Damaia, Escola C+S da Musgueira – “As Profissões Escondidas do Teatro: a Dramaturgia – Da Investigação ao Palco”;
– 1998: Escola Profissional de Comércio de Lisboa – “Dar vida aos clássicos: representar Shakespeare hoje (a propósito do espectáculo Rei Lear, levado à cena no TNDMII)”;
– 1998: Escola Secundária de Alvide (Cascais): palestra de apresentação de Shakespeare e a sua obra para alunos integrados num espectáculo baseado em Love’s Labour’s Lost;
– 1998: ISEC, Lisboa – “Traduzir para dizer… aspectos da tradução para teatro”
– 1998 «Gare aux sons en traduisant pour la scène», conferência na Université d’Artois, Arras, França,
– 1998: Colóquio Théâtre de cour, théâtre de ville, théâtre de rue – organizado pela Universidade de Lille (França) – “Plaîre à deux Maîtres – Le théâtre de António Prestes”;
– 2000: Shakespeare for the 21st century: An international symposium on the translation of William Shakespeare – “From Words to Action: Translating Shakespeare for the Portuguese Stage”, organizado pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto;
– 2000: Escola C+S da Quinta do Marquês, Oeiras – “As Profissões Escondidas do Teatro: a Dramaturgia – Da Investigação ao Palco”;
– 2000: Escola C+S da Quinta do Marquês, Oeiras: Acção de Formação de Professores de Português do Ensino Secundário – “Gil Vicente, Garrett, Luís de Sttau Monteiro: três momentos da dramaturgia portuguesa”;
– 2000 e 2001: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas – Universidade Nova de Lisboa – “Aspectos da actividade teatral portuguesa no século XIX”;
– 2001: I Congresso Internacional de Estudos Anglo-Portugueses, organizado pelo Centro de Estudos Anglo-Portugueses da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa – “Portuguese and Spanish Burlesques of Shakespeare’s Plays: from the 18th Century to our Days”, trabalho realizado em colaboração com Mercedes Salvador Bello da Universidade de Sevilha;
– 2002: a convite do Departamento de Estudos Anglísticas, deslocou-se a Universidade de Sevilha para proferir uma conferência subordinada ao título “Gil Vicente e os primórdios do teatro português”;
– 2002, 2003: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas – Universidade Nova de Lisboa – “Gil Vicente e a prática teatral do seu tempo”;
– 2003: Escola C+S de Almeirim – “Gil Vicente: medievalismo e renascentismo nas suas obras”;
– 2004: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas – Universidade Nova de Lisboa – “As culturas europeias no teatro português”;
– 2005: Faculdade de Ciências Sociais e Humanas – Universidade Nova de Lisboa – “A Construção da Imagem Política de Isabel I no retratismo inglês (série de cinco palestras)”;
– Faculdade de Ciências Sociais e Humanas – Universidade Nova de Lisboa – “O Teatro Experimental de Cascais repositório das artes do seu tempo: 1965-2005”;
– 2006: Teatro de Rua – “A História como Espectáculo no Quotidiano das Cidades”;
– Shakespeare in European Culture, organizado pela Universidade de Basileia, Suiça – “Jealousy in Venice. The first printed Portuguese version of a Shakespeare play”;
-«From Verona to Oporto in eight cantos and one addenda: Patrocínio’s da Costa heroic poem Romeo and Juliet» no congresso «Romancing Shakespeare: The Bard in the Imagination of the Romance Cultures» Universidade do Porto, 2016
– “D. Luís, o primeiro tradutor de Shakespeare” (Março 2016, CCCascais) (Junho 2016, PNAjuda)
– Montou o texto «Palavras da História», interpretado por Diogo Infante, com encenação de Natalia Luiza, no Festival das Artes, Coimbra, 2016
– Coordenadora da colecção «Teatro Inesiano» da ORO-Caleidoscópio (2017-2019) onde já saíram dois volumes (Alejandro Casona e Victor Hugo)

PUBLICAÇÔES, COMUNICAÇÕES PROJECTOS:
– “Ler… em publicidade”, na revista do IPED, Sinal, Nº7, Lisboa, Outubro 1987;
– “Duas Versões Portuguesas de King Lear”, in Shakespeare, Lisboa, ACARTE, 1990;
– “Simão de Melo Brandão and the First Portuguese Version of Othello” in Translating Shakespeare in the Romantic Age, ed. Dirk Delabastita and Lieven d´Hulst, John Benjamin B.V: Amsterdam/Philadelphia, 1993;
– “A Ilusão da Mudança”, in O Judaísmo na Cultura Ocidental, Lisboa, ACARTE, 1993;
– “O Teatro Português Setecentista Visto pelo Viajante Sueco Ruders”, in Revista da Biblioteca Nacional, Nº1-1994, Julho;
– “Como duas gotas de água…” (estudo sobre o mito de Anfitrião e o duplo no teatro ocidental) in Programa do espectáculo Rosa, Minha Querida Rosa (enc. João Canijo), Outubro de 1995;
– “Othello estreia-se nos palcos portugueses” in Revista de Estudos Anglo-Portugueses, Nº 5, 1996;
– “Graças e Desgraças da Tradução para Legendagem”, in Revista Internacional de Língua Portuguesa, Associação das Universidades de Língua Portuguesa, Nº 16, Dezembro 1996 (1997);
– “Com a medida com que medirdes” in Programa do espectáculo Medida por Medida de William Shakespeare (enc. João Mota), Abril 1997;
– “A aventura anglo-lusa do rei Leir” in Revista de Estudos Anglo-Portugueses, Nº 7, 1998;
– “Um Caso de Amor Português num Relato de Viagens” in Romantismo: Imagens de Portugal na Europa Romântica, Instituto de Sintra, 1998;
– “Reneguemo-los a todos e vivamos para sempre!” in Programa do espectáculo O Leão no Inverno de James Goldman (enc. Carlos Avilez), Maio 1998;
– “Alguns aspectos da tradução para teatro” in Actas da V Jornadas de Tradução – Tradução, Ensino, Comunicação, ISAI, 1999;
– “Mr. Shakespeare, I presume…” in Revista de Estudos Anglo-Portugueses, Nº 9, 1999;
– “Plaîre à deux Maîtres – le théâtre de António Prestes” in Théâtre de cour, théâtre de ville, théâtre de rue, Lille, Presses Universitaires de Lille, 2000;
– “Diz-me com quem andas…” in Programa de Falstaff, Teatro Nacional de S. Carlos, Dezembro 2001;
– Texto de apresentação de Pedras nos Bolsos de Marie Jones in Programa, Teatro Experimental de Cascais, Julho 2003;
– “Portuguese and Spanish Burlesques of Shakespeare’s Plays: from the 18th Century to our Days” em co-autoria com Mercedes Salvador Bello da Universidade de Sevilha in Actas do I Congresso de Estudos Anglo-Portugueses;
– “Jealousy in Venice. The frist printed Portuguese version of a Shakespeare play”, no volume de homenagem à Prof. Doutora Maria Leonor Machado de Sousa, Lisboa, Colibri – FCSH-UNL, 2003;
– “From Words to Action: Translating Shakespeare for the Portuguese Stage” in Translating Shakespeare for the Twenty-First Century. HOMEM, Rui Carvalho and Ton HOENSELAARS (Edited by) Amsterdam/New York, NY, 2004;
– “Isabel Stilwell. Filipa de Lencastre, a Rainha que mudou Portugal”. Lisboa, A Esfera dos Livros, 2007
– Entre tachos e actores… in So long lives this, and this gives life to thee: Homenagem a Maria Helena de Paiva Correia, FLUP, 2009
– Uma relação tempestuosa com o poder político: Teatro, política e religião no reportório dos primeiros anos do TEC, Sinais de cena 12, APCT, 2009
– Michel Giacometti : 80 anos, 80 imagens, selecção de textos e nota introdutória, Museu da Música Portuguesa, Câmara Municipal de Cascais, 2009
– Lisboa é mais bonita vista do Tejo: uma descrição do início do séc. XIX, in Letras e Ciências: as Duas Culturas de Filipe Furtado. Livro de Homenagem organizado por Carlos Ceia, Miguel Alarcão e Iolanda Ramos, Caleidoscópio, 2009
– Shakespeare no circuito de uma epístola entre Londres e Lisboa (com Isabel Lousada) em Miscelânea de Estudos em Homenagem a Maria Manuela Gouveia Delille, Edições Minerva Coimbra, junho de 2011
– Da Aventura à Memória: a passagem de Joseph Donaldson por terras portuguesas in Actas do Congresso Histórico Olhão, o Algarve & Portugal no tempo das Invasões Francesas, Edição do município de Olhão, 2011

TRADUÇÃO:
Traduz regularmente desde 1987 para editoras como Vega, Asa, Oficina do Livro, Quinta Essência, Clube do Autor, Lua de Papel, Presença bem como para variadas companhias de teatro.
Tem publicadas quatro traduções para teatro:
O Camareiro, Ronald Harwood, TNDMII, 2009
Amadeus, Peter Schaffer, TNDMII, 2011
Coroa de Amor e Morte, Alejandro Casona, ORO/Caleidoscópio, 2017
A Cozinha, Arnold Wesker, Livrinhos de Teatro, AU, Lisboa, 2017
Traduziu os textos de apoio dos 1ºs Encontros ACARTE (1987)
Traduziu, entre outros autores dramáticos, William Shakespeare, Tennessee Williams, Oscar Wilde, Terrence McNally, Ronald Harwood, Arnold Wesker, Henrik Ibsen, Tom Stoppard, Edward Bond, Hugh Whitemore, Nicholas Wright, A. R. Gurney, James Goldman, William Luce, Alejandro Casona, Molière, Peter Shaffer, Marius von Meyenburg, Jean-Claude Grumberg, Sarah Kane
Adaptação de Sonho de Uma Noite de Verão para a obra de Mendelssohn, pela Orquestra XXI, com o maestro Diniz de Sousa (2017)

TRADUÇÃO EM ANTOLOGIAS:
Joseph Donaldson, Recollections (tradução) in A Guerra Peninsular em Portugal. Relatos britânicos, Caleidoscópio 2007 pp. 201-217
Portugal e a Paz (tradução) in Regicídio e República. Olhares britânicos e norte-americanos, Caleidoscópio 2010 pp. 288-308.

PROJECTOS:
Enquanto voluntária dos museus de Cascais:
– Site do Museu da Música Portuguesa – Casa Verdades de Faria – produção de conteúdos (2009)
– Indexação do espólio do actor Luís Alberto Quilhó Jacobetty. – Casa Reynaldo dos Santos (2013-2015)
– «O primeiro verde da Primavera» – MBCCG (2012-13)
– «D. Carlos: imagens de um homem que foi rei» – Museu do Mar (2013-2015)

Na PALCO13:
Desenvolveu o projecto «Brinca-me uma História» de que é autora e intérprete (2017-19)
Na parceria entre a Divisão de Educação da CMC, é coordenadora do projecto de formação certificada para professores do Ensino Básico do concelho de Cascais: EncontrArte, tendo a responsabilidade da Área de Expressões – Teatro, Dança e Canto (2019 – 2022)

Enquanto colaboradora da Associação Welcome People&Arts:
– Desenvolveu o Workshop sobre Igualdade de Género ligado à peça de Luísa Costa Gomes, «Vanessa Vai à Luta», apresentada no Teatro da Trindade (2017). Os workshops realizaram-se em várias escolas de Lisboa.
– Dinamizadora no projecto «APP – Arte Para Pensar», escolas do concelho de Lisboa (2017-2018)
– Dinamizadora do projecto «Narrativas & Artes Performativas», integrado no programa «Diálogos para a Diversidade» do Museu Nacional de Etnologia (2018 – 2019)

Enquanto voluntária do Agrupamento de Escolas de Alvide:
Desenvolveu vários projectos ligados ao desenvolvimento do gosto pela leitura, nomeadamente uma hora do conto, gestão e concursos, conteúdos da página de Facebook da Biblioteca

OUTRAS REFERÊNCIAS
– Setembro e Novembro de 1984 – Shakespeare Institute, Stratford; Senate House, University of London; British Library;
– Janeiro 1986: ganhou a bolsa “Sir Henry Thomas Research Scholar from Portugal”, da Universidade de Birmingham para aí efectuar trabalho de investigação – Central Library-University of Birmingham; Shakespeare Institute-Birmingham; Reference Library-Birmingham;
– Janeiro 1989: com bolsa do INIC trabalhou na Universidade de Coimbra (Sala Jorge de Faria, Sala Ferreira Lima, Biblioteca Central);
– Junho e Outubro 1989: com bolsa do INIC trabalhou na Biblioteca Municipal do Porto e nos vários Arquivos da cidade;
1992 – Comissariou a exposição sobre o Theatro Gymnasio que marcou a abertura do Espaço Chiado: «Momentos da Vida do Ginásio», Grão-Pará
– Fez um mês de trabalho humanitário no Camboja em Janeiro de 2015
– Faz regularmente workshops sobre artes manuais, joalharia, origami, ikebana, Furushiki, tecelagem, fiação, feltragem, cenografia, construção de cabeleiras para teatro, etc…

CETAPS